Páginas

15 de jul de 2015

"...E O VENTO LEVOU"

Imagem do google
15-07-201

Após tanto tempo, entrar neste blog é como abrir a porta de um casarão abandonado. Ele se encontra empoeirado e dolorosamente cheio de lembranças. Ao abrir a porta, chega ser difícil percorrer o corredor o qual me levará aos cômodos. Quase posso ver a sala de estar, os quartos, o jardim. 

Ao fundo posso ouvir uma música suave e nostálgica, quase desfalecida como a minha poesia. Ao percorrer os cômodos vejo que tudo ainda esta aqui, assim como os deixei. Em um dos cantos ensolarados vejo ali algumas flores, junto a elas encontrar-se tanta paixão, tantas lágrimas, tantas saudades, tantas lembranças...

É...como um casarão abandonado, tudo encontra-se empoeirado, mas ainda aqui. No entanto os habitantes desta casa há muito tempo já se foram.

Saudades de ti, minha eterna poesia.

Ange de Souza

19 de set de 2014

Im·per·cep·tí·vel - minhas letras

Imagem do Google
Há muito tempo não venho a este espaço,e tampouco participo em blogs dos amigos.
Não sei exatamente o que aconteceu. É como se minha voz -assim como minhas letras - devagarinho, quase impercetível, tivessem se calado.  É como se a poesia - a qual outrora  tanto apreciei  - adormeceu  em mim, e  nega -se a acordar.
 Ela ainda existe, eu acredito  que sim, mas por enquanto silenciosamente ela dorme.

E difícil falar de poesia com uma boca que já pouco fala de amor.
  
Ange de Souza

15 de jan de 2013

O suplicar da Poesia


Imagem do GoogleINSPIRA-ME!
INSPIRA-ME!

Inspira-me com tua essência
A qual, de poesia se faz
Verei nela o nascer do sol
E papel em branco, jamais


       Ange de Souza


Ofereço aos prezados amigos minhas desculpas, por minha longa ausência.
Às vezes a ausência - assim como o silencio - é necessário.
Me ausentei dos versos, mas jamais abandonei a poesia.

3 de ago de 2012

Ausência

Com carinho, ofereço estas flores a todos os amigos que estiveram/estao aqui presente durante minha ausência.
Junto com estas flores deixo  um carinho especial aos amigos que escreveram-me mensagens, preocupando-se com o meu bem-estar.
Obrigada  vocês: Toninho, Leninha, Titi, António, André, Pedro, Rosa Maria e todos os demais amigos.
Imagem do Google


Solange

17 de jun de 2012

Meu Silêncio

Imagem do Google
No silêncio da minha ausência me refugio.
Revivo lembranças, as quais silenciosamente marcaram o tempo, eternizaram  momentos..
Lembranças que retornam à mente, como a nota de uma antiga melodia no ar...

Deixo aqui minhas desculpas pela ausência.

Ange      

16 de jun de 2012

Quase Ouro...

Imagem do Google

(quase...)  Aqui não preciso falar muito.  Todos nós conhecemos o dizer: " Nem tudo que reluz é ouro".   Assim como nem tudo o que parece ser verdade, realmente é. E  nem todas as promessas na verdade são cumpridas.
Às vezes uma única frase vale toda uma história.

Mas...se tudo é tão claro, e tudo já se foi dito, porque então ainda escrevo?
Ora, bem sei que a minha voz e pensamentos sempre será um prelúdio das coisas que o meu coração pode escrever.

© Ange de Souza
Publicado original em
11/11/12 23:05 


27 de mai de 2012

O Desfolhar da Poesia

Belas são as árvores em floração, mas, infelizmente, este é um ciclo de pouca duração.
Em apenas alguns dias as flores caem, mas o panorama nem por isto é menos belo.


O Desfolhar da Poesia

Em plena floração as árvores desfolham-se
As flores caem lentas, preguiçosas

Mantêm-se ali, {caídas no chão} em pura glória
Belas, desfolhadas, sinuosas

Ao soprar do vento se espalham
Partindo por ruas afora
.

Olho suspirando, saudosa, pesarosa
Vejo pura poesia voar, ir-se embora
Textos e imagens   © Ange de Souza

Para visualizar estas e outras imagens minhas, 
visitem meu blog de imagens AQUI

13 de mai de 2012

Homenagem às mães

Imagem do Google
Homenagem às mães.
Seja que neste dia seus filhos estejam em seus braços - ou quiçá  estejam eles  unicamente guardados nas ternas  lembranças e em seus corações.

Desejo a todas um feliz dia das mães!


25 de abr de 2012

Pássaro Voador

Hoje -25 de Abril- ele faz aniversário.
Mais um ano! Mais uma pena acrescentando-se ás  suas asas.
Pelos cantos dos olhos fico  a espiar, enquanto ele vaidoso, especialmente no dia de hoje, olhando-se no espelho começa a polir suas asas...

Imagem do Google



Pássaro voador

De bebê a menino vi você crescer
Sem me dar conta do homem à aparecer

Aos poucos percebo, suas belas asas
Que um dia usará para voar fora de casa

Voa alto e voa livre, pássaro voador
Voa alto e livre, sem nenhum temor

Orgulhosa guio todos os seus passos
Sufocando-lhe talvez com meus abraços

Orgulhosa guio todos os seus passos
Tentando não desatar assim nenhum laço

Orgulhosa sou eu da sua independência
Mesmo lhe demonstrando tanta resistência

Orgulhosa sou eu das suas belas asas
As quais você está a polir a cada dia que passa...

Voa alto e voa livre, pássaro voador
Voa alto e livre, sem nenhum temor

Voa alto e voa livre, pássaro voador
Leve junto consigo todo o meu amor..

©  Ange de Sousa

15 de abr de 2012

Solidão

Sim, não  poderia esquecer  aqui  (neste espaço) a Solidão..
A solidão tem várias faces, ela pode surgir a qualquer momento.
Aqui neste texto ela aparece no silêncio da noite.

Imagem do Google



Solidão

No silêncio da noite, espero o amanhecer do dia
Desesperada grito sem voz, gritos de agonia
Preciso ser amada, não só em minhas fantasias

No silêncio da noite, desesperada conto as horas
As quais parecem se tornarem em dias
Ouço o telefone que não toca,  vejo minha casa vazia
Sinto a vida correr lá fora, e eu aqui... esperando  amanhecer o dia

No silêncio da noite...

O barulho do vento lá fora, mexe com minhas fantasias
Acredito que esta será a última noite, a qual dormirei em agonia
 Mas na verdade dormirei com uma única certeza..
Amanhã será  outro dia..

© Ange de Souza

7 de abr de 2012

É Páscoa...

Para alguns, isto também significa a chegada do outono - enquanto para outros é plena primavera.
No entanto, a Páscoa é uma época de folhagem e renovação, para todos nós!
Desejos a todos uma maravilhosa e iluminada Páscoa!

Aqui deixo o convite aos  amigos para visitarem meu blog de imagens - onde lá a natureza transita entre folhagens. Sejam estas folhas caindo, ou justamente florindo...
Imagem by Ange de Souza

                                                                  VerdeUniverso.blogspot.com
As palavras que aqui rabisco, tornam-se através do tempo algo mais que apenas palavras rabiscadas.
As palavras tornam-se lembranças...eternas lembranças.