Páginas

15 de abr de 2012

Solidão

Sim, não  poderia esquecer  aqui  (neste espaço) a Solidão..
A solidão tem várias faces, ela pode surgir a qualquer momento.
Aqui neste texto ela aparece no silêncio da noite.

Imagem do Google



Solidão

No silêncio da noite, espero o amanhecer do dia
Desesperada grito sem voz, gritos de agonia
Preciso ser amada, não só em minhas fantasias

No silêncio da noite, desesperada conto as horas
As quais parecem se tornarem em dias
Ouço o telefone que não toca,  vejo minha casa vazia
Sinto a vida correr lá fora, e eu aqui... esperando  amanhecer o dia

No silêncio da noite...

O barulho do vento lá fora, mexe com minhas fantasias
Acredito que esta será a última noite, a qual dormirei em agonia
 Mas na verdade dormirei com uma única certeza..
Amanhã será  outro dia..

© Ange de Souza

26 comentários:

Toninhobira disse...

Não posso deixar de lembrar de uma canção amiga.Acho que do Peninha,muito bem interpretada por Caetano.Ela fala desta agonia da noite silenciosa e infinda.Lá o autor fala que se sente tão só nos seus sonhos. Se perde nos segredos e nos medos.Aqui a solidão que carrega a espera da manhã, mas deixa suas marcas nesta dura passagem. Linda a inspiração que a noite longa na insonia faz criar este poema intimista e belo.Lindo amiga.Meu abraço de paz.Bju de luz nos seus dias.

André disse...

Solange, seu texto é muito intenso e angustiado. Não sei se você construiu a rima "ia" repetida várias vêzes com o intuito de algo obssessivo, ou não. Em todo o caso, o efeito é claro. Eu, pessoalmente, nunca vi a solidão como a vê a maioria das pessoas pois solidão é um estado de alma e não uma realidade.

Vc conhece o ditado: "Antes só..." Mas o seu texto é um primor, realmente. Eu o li várias vêzes antes de encantar-me com ele completamente. Como se diz em francês, chapeau bas ao seu talento, Ange!

Saudades de você, bom fim de semana, meu carinho.

André

Flor da Vida disse...

Amada amiga, entendo bém dessas solidões noturnas... Ainda bém que sempre nos apegamos na esperança de um novo e lindo dia! Minha linda, seus poemas são lindos, e sempre me encantam! Aplaudindo-te sempre!!! Deixo carinhos pra ti, viu? Bjsss

A.S. disse...

Solange,

A pior das solidões é aquela que sentimos apesar de acompanhados!!!


Beijos...
AL

Cleide A. B. Yamamoto disse...

O tema solidão, tem muito haver comigo, Solange, e sei que não é sempre fácil lidar com ela em algumas noites, mas em outras me visto de esperança e me coloco a escrever fantasias, assim como aqui você escreveu.

beijo, querida amiga

HENRY disse...

Amiga Solange, eu tambem passei por esses momentos de solidão momentania, em que no meu quarto vazio e frio me fechava, trancava... Mas pela manha era novo dia, o Sol no meu rosto me aquecia, virava a pagina dessa minha melancolia, sonhava com novas conquistas, novos horizontes! lutei pelos meus sonhos que antevia. sonhos construidos aos poucos como Roma e Pavia...
Gostei dessa sua poesia!
Abraços querida amiga, continuação de otima semana...

Maria disse...

Minha amiga simplesmente maravilhoso.
"Todo o inferno está contido nesta única palavra: solidão." (Victor Hugo)
Bom domingo e uma semana maravilhosa.
Beijinhos
Maria

Toninhobira disse...

E digo mais:Coisas lindas e não findas amiga.Como diria o Drummond, estas ficarão.Tenho o dito.Parabens sempre pelo lindo mergulho neste silencio da noite.
Uma bela semana de paz e alegria e muita poesia.
Carinhoso abraço e minha terna admiração.

manuela barroso disse...

Oi Ange, a noite assim é triste sim! Mas nem sempre a noite se veste da mesma forma, nem com a mesma roupagem. ´Tanto é palco de solidão como fastio de vida!
Mas também pode ser um refúgio para mergulhar dentro de nós, no aconchego do nosso mundo, claro!
Uma poesia que não conhecia em ti, querida amiga!
Que amanheças sempre, com noites suavemente azuis!
terno abraço

mfc disse...

Há uma solidão que é trágica, mas há uma outra que é procurada!
Eu preciso dela para me encontrar...
Um poema tocante e belo.

Beijos,

Arnoldo Pimentel disse...

A solidão sempre viva em nossos corações.Beijos

Eloah disse...

Querida é no silêncio da noite que a solidão pesa. Nada é fácil, nesta vida quando estamos sós.
Belo poema!
Bjs no coração linda amiga.
Eloah

Anne Lieri disse...

Ange,belíssima sua poesia!A solidão pode comover,mas encanta em versos!bjs e meu carinho!

ana costa disse...

Há quem a considere um mal, uma "desgraça" ou uma tristeza, para mim ela é simplesmente a minha companheira de todos os dias...
Beijo amiga

http://claudiaymarques.wordpress.com/ disse...

Ange tudo bem amiga? quem nunca sentiu solidão? esse sentimento nos acompanha e como disse existe varias carinhas ...a solidão acompanhada.a solidão da saudade de alguem,a solidão da velhisse...
Uma noite na solidão é muito triste..e nela podemos realmente pensar no sentido de estarmos neste mundo....
muitos beijos e boa quinta feira...
titi

otilia cristina disse...

QUANDO A AGONIA DESSAS NOITES CHEGAR ATÉ VOCE ..VISUALIZE O SOL QUE VEM LOGO DEPOIS DESSA NOITE DE ANGUSTIA ...FECHE OS OLHOS SINTA O CALOR QUE O SOL VAI LEVAR ATÉ VOCE SEU CORAÇÃO E SUA ALMA..
LEMBRE DO CHEIRO DO ORVALHO MOLHANDO AS PLANTAS ELEVE SEU PENSAMENTO ATÉ O CRIADOR E PEÇA QUE ESTE NOVO DIA TE TRAGA A CALMA QUE ESTA NOITE DE ANGUSTIA TE TIROU E PENSE ASSIM ..UM DIA ..EM UM LINDO AMANHECER ESSA SUA ESPERA VAI ACABAR E VOCE VAI SAIR DESSA SOLIDÃO ...
ANGE TODOS NÓS TEMOS SOLIDÃO ..AS VEZES ELA É ATE BOA... PRA GENTE SABER DAR VALOR QUANDO ESTAMOS SEM ELA..MAS ELA DÓI POR VEZES MACHUCA DEMAIS ..MAS ELA PASSA ..
LINDO POEMA

OTILIA

André Bessa disse...

Bom dia, Solange.

obrigado pela visita. Já fazem meses que eu ando meio afastado das letras.

Neste seu texto a solidão se confunde com a espera. Talvez que a solidão seja apenas um estado de espírito. Tanto pode ser construtivo para uns, como depressivo para outros.

Mas é um tema que pode dar boas letras de música, ou também belos poemas. Como este seu aqui.

Parabéns pelo texto, um abraço. Bom fim de semana.

André

http://claudiaymarques.wordpress.com/ disse...

Ange minha amiga sempre é bom te ver no meu cantinho tomando um cafezinho comigo..obrigada pela sua gentileza..
Eu tenho participado sim de alguns sorteio e ganhado..Esses dias recebi um livro lindo pelo correio e veio de bemmm lonnge..
Então para você participar de sorteio tem que ser seguidora...o blog da Andréa tem muitos sorteios e ela é uma pessoa muito amiga e delicada..seu blog é:
http://www.andreaquitutes.com/
Ai vocÊ leva o selinho do cafe pele para seu blog só isso..
Além disso ela posta receitas maravilhosas simples de fazer...ela mesmo que faz cada prato..é muito legal..
Vai ate lá conhecer...
Soltando os bichos estou também participando de um sorteio..enfim..
..é gostoso distrai ..Não é pelo valor das coisas e sim pela brincadeira de participar..tente é bem legal...
Ange deixo muitos beijos e um bom fim de semana amiga
titi

Antônio Lídio Gomes disse...

Amiga Ange, não ha algo mais amargo que esta solidão.
Não é aquela solidão sadia e necessária para repormos energias, meditarmos e contemplarmos a nós mesmos, no sentido de melhorarmos junto ao universo.
Mas esta solidão dolorosa, de melancolia, da falta de uma companhia, um amor ou de alguém que estimamos é deveras cruel.
O poema ficou lindo, e isso é um consolo.

E eu que soluço nesta melancolia
Parece solidão que do céu irradia,
De um último adeus, e sepulcral amparo...

GRAÇA disse...

Ange ! muito obrigada pela tua visita e por quereres votar em mim , mas a dona do Tigre teve problemas em fazer a postagem de poderem ir votar ,mas agora já lá está e podes lá ir votar eu sou o Nº2
Muito obrigada e espero ficarmos amigas ,gostei muito da mameira com escreves e do que dizes
Ronrons da aaaaaaaa
Kika

Pedro Menuchelli disse...

Ange,
Uma boa tarde e, gostaria de dizer que, particularmente, você é uma das pessoas que mais admiro nessa esfera do blog. Para mim, é muito gratificante ter uma pessoa assim do meu lado, sempre me ajudando e me acompanhando em momentos que eu achava que ninguém iria estar do meu lado.
Meu maior medo, sempre foi parar com o blog, diga-se de passagem. Nele, de algum modo consigo ajudar as pessoas com o que escrevo, com o que penso e na maioria das vezes, as pessoas se veem entretidas nos assuntos que passo a colocar uma visão minha. O mesmo acontece aqui e comigo. Toda vez que venho aqui, vejo assuntos que trato de uma forma parecida com a sua, mesmo que não seja através dos poemas.
Ange, mesmo não sabendo escrever direito, nós dois temos uma missão. Uma missão linda de passar aquilo que sentimos e pensamos através das palavras. Hoje em dia é fácil isso. O que diferencia é a sinceridade entreposta em cada verso, a veracidade colocada no meio de cada virgula e o amor em cada letra do texto.

Te desejo um ótimo final de semana. Com muito carinho. De seu amigo e leitor,

Pedro Menuchelli

silvioafonso disse...

.




Eu queria reforçar o seu fôlego
que por ventura você tenha perdi-
do na escalada de alguns dos me-
us barrancos. Eu sei que você o
perderá, novamente neste endere-
ço:

http://bardoescritor.blogspot.com.br/

Estou esperando você, hoje, por
lá, sem falta, hein!

Será um prazer poder socorrê-la.

Beijos,

silvioafonso






.

SOL da Esteva disse...

Ange, Querida

Solidão é um estado de Alma. Aqui o é!
Um belo Poema de alguma ansiedade, solidão (isso mesmo) e tristeza.
A solidão é amargura que se deseja controlada. É mudança que se quer e anseia para haver estabilidade.
Mesmo com a tristeza, um belo Poema.

Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

silvioafonso disse...

.


O ser humano é plural e por
isso não sabe viver sozinho.
Quando a solidão é a sua ú-
nica companhia, ela também
faz dele o mais triste dos
escravos.

Beijos,

silvioafonso






.

Sonhadora disse...

Minha querida

A noite é o leito do poeta...os remendos da alma...palavras rasgadas...um afago quase grito...uma rua sem fim...quase abismo...quase sangue a escorrer das mãos vazias...quase nada...cama desfeita num corpo abandonado...caminho escuro dos sonhos despidos de vida.
Como sempre adorei ler-te a alma.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Pérola disse...

Que lindo este silêncio da noite! Mesmo na escuridão podemos encontrar luz.
Um beijinho

As palavras que aqui rabisco, tornam-se através do tempo algo mais que apenas palavras rabiscadas.
As palavras tornam-se lembranças...eternas lembranças.