Páginas

7 de mar de 2011

Carta - Um dia sem Sol

Rio de Janeiro, 27-12-2008
Lembranças de um dia triste,... um dia onde  nuvens escuras estiveram presente, quando deveria ter sido um lindo dia de sol...
Por muito tempo sonhei com esta tarde aqui retratada; com esta fotografia, com  este momento. Em minha mente cheguei a beijar o sol, fantasiei que esta tarde seria perfeita...
Coberta de alegria finalmente vi este dia chegar, mas então percebi que fui traída pelos meus sonhos.
A fotografia ali era a mesma, mas não era o mesmo momento.
Estávamos ali juntos, mas não éramos unidos. Senti o sal do mar, escorrer por minha face, e banhei-me de tristeza.
Vi a tarde escurecer em nuvens diante meus olhos, eu sabia que esta lembrança iria durar para sempre.
Como espetadora parada ali a distância, fotografei a imagem; falei tanto no momento, mesmo sem dizer uma palavra.
A frieza da tarde era tocável, mesmo para aqueles que estavam a contemplar o mar, na esperança de melhores ventos...
O sol jamais brilhou naquela tarde, permaneceu nublado, até que começou a chover...

Texto e Imagem by Ange de Souza


Dia sem Sol
                                   
Como eu gostaria...
Junto com esta foto poder guardar
A inocência dos meninos
Aqui,o mar a contemplar
Se perguntando-se se permaneceria frio
Ou iriam eles poder nadar?
Eu guardo as lembranças,
As quais não posso apagar
Seja chovendo ou fazendo sol
Eu sempre irei lembrar
A inocência dos meninos
Querendo aqui o mar enfrentar....

© Ange de Souza

5 comentários:

Flor da Vida disse...

Amiga, mais um poema escrito em momento muito especial de sua sempre sublime inspiração!
Ficou lindo! Aplausos!!!
Carinhos... Bjsss

Nuvembranca disse...

Doce página, lindas lembranças, beijos.

André disse...

Pois é, minha querida poetisa, esses meninos aí não sabiam eles que existem dias de menos sol ainda, e de um mar, bem mais frio e cinzento, hostil a toda tentativa de ser desafiado.

Teu texto é de um sentimento nostálgico muito intenso, assim como a tua poesia. Excelente, Solange, meus parabéns!

Um bom dia prá ti, meu abraço, meu carinho, minhas saudades.

André

Arnoldo Pimentel disse...

Lembranças de dias claros ou nublados sempre estarão presentes.Beijos

claudiaymarques disse...

Oi tudo bem? que lindo o seu cantinho.....que poesia profunda linda....mexeu comigo e com minahs lembranças.....sou uam pessoa muito saudozista...demais!!! e fiquei pensando nos meus filhos quando ví essa fotos dos meninos aproximando-se do mar...
muitos beijos a voce...vou aparecer aqui para curtir esse espaço bonito.
titi

As palavras que aqui rabisco, tornam-se através do tempo algo mais que apenas palavras rabiscadas.
As palavras tornam-se lembranças...eternas lembranças.