Páginas

12 de ago de 2011

Carta a Você - Tu & Ele

Imagem do Google
Tu, homem, que és distante, porém és perto residente em minha memória
Tu, que me adoçaste a boca com teus beijos sabor de mel
...E então o fel
Tu, que te registraste em minha alma por tua verdade
...E então criaste  dúvidas
Tu, que das tuas mãos lembro o suave toque da tua ternura
...E então vi tua arrogância
Tu, que da tua voz ouvi sussurros na expressão alta de amor
...E então a raiva
Tu, que me deste o conhecimento do poder do amor
...E então a dor
Tu, que possuíste minha alma por inteiro
...E da mesma te tornas ladrão
Tu, meu herói nos meus tantos sorrisos
...E então fracassaste nos meus choros
Tu, que me presenteaste com a magia da paixão
...E então a desilusão
Tu, o qual com alegria te encontro através dos anos
...Para em ti me perder
Tu, que acreditas possuir a chave do poder
...No entanto os cofres do mundo para ti são segredo
Tu, o qual eu guardo o semblante, nas palavras, nas lembranças
...Tu e ele, amantes...
Tu perto e distante, simplesmente longe, simplesmente homem

© Ange de Souza

19 comentários:

Toninhobira disse...

Uma definição a ferro e fogo Ange, deste ser que tanto pode ser luz, como a trevas.Há nas entrelinhas dois personagens que não se encontram, apenas se identificam.Um trabalho perfeito de analise e reflexão, com belo estilo amiga.
Grato pela atenção e carinho.
Desejo-lhe belos dias.
Um cairnhoso abraço com minha admiração.
Bju de luz nos seus dias sempre de paz.

otilia cristina disse...

ANGE,
QUANDO SE TEM UM AMOR,UMA PAIXÃO,UM ALGUÉM,TEMOS QUE APRENDER A VIVER POR VEZES FELIZES,OUTRA TRISTES,UM GRANDE AMOR NÓS TRAZ FELICIDADE PORÉM NOS TRAZ MEDO..E COMO SE VIVESSEMOS POR ENTRE OS EXTREMOS,DO DOCE E DO SAL.

BEIJOS
OBRIGADA PELAS LINDAS PALAVRAS POR LÁ FIQUEI MUITO FELIZ ..

OTILIA

manuela barroso disse...

Ange,

Obrigada pea sua visita.
Tenho sim esse blog que é um complemento de outras "paixões: escrever.
Não, não sou escritora. Sou "escrevinhadora" de meros estados de alma. Por isso me detive aqui. A lê-a. Deixe que fique com o comentário para mim!
Porquê? Porque a minha leitura desta sua poesia é muito dolorosa! Se puder, guarde só o mel! Tristemente bela.
Bela e triste.Só!
Fique com o meu abraço

claudiaymarques disse...

oii Ange...saudades...
vim aqui te ver e bela mensagem...amor é viver bons momentos,muitas vezes conflitantes..muitas vezes a gente se sente seguro..outras fragililizado..
É o preço...e isso é o amor..a paixao..sentimento de mãe também..a gente sofre..
muitossss beijussss
bom fim de semana
titi

Su disse...

oi moça poetisa...

impossível esquecer um amor assim...

maravilhosa sua poesia!

grande beijo, um ótimo final de semana... e obrigada pelo seu carinho...

Su.

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Ange.
Que texto mais tocante, no sentido de que esta dualidade é tão inerente a todos que externam sentimetos de uma forma apaixonada.
Um tanto de angelico, um tanto de santo, herói e vilão...
Somos muitas vezes a mescla de tudo isso.
Simplesmente homem.
Um abraço fraterno, beijos.

André Bessa disse...

Este ser que você tenta definir aqui, é complexo. Todavia, complexo seria o ser ou a definição? se por momentos os aspectos se fazem comum, conhecidos, por outros, revelam-se de um hermetismo que somente você tem a chave para decifrá-los.

No entanto, é alguém que deixou uma marca forte, senão indelével, em sua alma. Marca esta que a sua sensibilidade de poetisa sabe, como ninguém, traduzir.

Belo texto, Solange, muito lúcido. Meus parabéns e obrigado pelas visitas e comentários.

Um bom domingo, saudações literárias.

André

Dolce Bárbara disse...

Menina sabe que sempre vou guardá-la em minhas lembranças... Repito todos os dias, coisas boa merecem ser carregdas com a gente... Te trago no cory doce amiga... Blog encantador e acolhedor... Te amo...

Vieira Calado disse...

A bem ver...

não somos mais que Homens!

Nem mais nem menos!


Bjsss

claudiaymarques disse...

Ange passei para te deixar beijos amiga de uma boa semana........apareça para um café comigo..
titi

Arnoldo Pimentel disse...

Amor sempre presente. Lindo e intenso texto, parabéns.Beijos

Malu disse...

Acho que as pessoas são esta ambiguidade que você mostra nesse texto de forma firme, fechada e resistente.
Gostei da intensidade da sua escrita.
Vim prestigiar seu espaço agradecendo a visita lá no INFINITO.
Agora vou passar pelo seu outro canto.
Grande abraço

Catia Bosso disse...

Ei grata por suas palavras carinhosas em meu ninho... seja bem vinda sempre... qd quiser, volte... ja coloquei minha carinha aqui na sua parede...

bjsss meussss

Cat

Catia Bosso disse...

Que doce seu texto... simplesmente homem... adorei!

Carla Fernanda disse...

Solange querida bem vinda ao meu blog.
Obrigada pela visita!!
Muito boa a sua poesia!
Beijos e boa noite!
Carla

Leninha disse...

Ange querida,obrigada por sua visita e amáveis palavras.Você será sempre bem vinda...apareça sempre.
Linda e impregnada de tristeza a sua poesia.
Bjsssssss,
Leninha

Pedro Menuchelli disse...

Ange,
A princípio, um ótimo texto. Define muito essa ideia da distância entre duas pessoas e, com tanta sensibilidade, ilustra uma das nossas maiores necessidades: a de ter alguém do nosso lado.

Em toda a nossa vida, procuramos alguém para amar e sentir que nos ama. Nessa longa procura, encontramos algumas pessoas que julgamos ser as certas e depois nos enganamos. Mas, entre tantos altos e baixos, temos que viver. Apenas viver e amar.
Gostei muito do seu espaço, por isso estou a te seguir. Espero que não se importe.
Pedro

Maria disse...

Ange vim retribuir a sua amável visita ao meu humilde cantinho, e fiquei encantada com o seu blog, um espaço lindo e de extremo bom gosto, irei acompanhar com imenso prazer.
Beijinhos
Maria

claudiaymarques disse...

oi Ange querida amadinha...agardeço sua visita sempre fofa no meu blog...não demora muito para ir lá..sinto sua falta..
muitos beijos de boa noite..
sua amiga que te adora
titi

As palavras que aqui rabisco, tornam-se através do tempo algo mais que apenas palavras rabiscadas.
As palavras tornam-se lembranças...eternas lembranças.