Páginas

17 de jun de 2012

Meu Silêncio

Imagem do Google
No silêncio da minha ausência me refugio.
Revivo lembranças, as quais silenciosamente marcaram o tempo, eternizaram  momentos..
Lembranças que retornam à mente, como a nota de uma antiga melodia no ar...

Deixo aqui minhas desculpas pela ausência.

Ange      

30 comentários:

mfc disse...

A nostalgia é uma companhia permanente!
E por vezes é linda!
Beijinhos,

✿ chica disse...

E eu vim ver teu lindo silêncio...Beijos,tudo de bom,chica

edumanes disse...

Seu silêncio aumenta saudades
Lembranças de uma linda flor
Silenciosas personalidades
Encontradas em verdadeiro amor!

No perfume de uma flor
Na mulher sua beleza
Na felicidade do amor
Melhor não há com certeza!

Bom restinho de domingo,
uma noite muito feliz, lindos sonhos,
e um beijinho.
Eduardo.

Eloah disse...

Querida, também ando ausente.Nem sempre conseguimos postar como gostaríamos,mas o que importa é que continuamos, mesmo espaçadamente, a nos visitar.
Você faz parte do meu universo virtual e poético.Voltarei sempre.
Tenha uma ótima semnana.Bjs Eloah

Toninhobira disse...

As vezes é preciso este encontro com ele.Tempo de mergulho, busca de sincronismo com os dentes desta engrenagem para que a maquina rode suave e nos tire da inercia de nossas lembranças.
Bom lhe ver amiga.
Uma semana recheada de coisas boas e duradouras.
Meu carinhoso abraço de paz e luz.

André disse...

Minha cara amiga Solange, bom dia!

que bom vir aqui e notar que, mesmo vivendo dias de azáfama, tu continuas a nos presentear com um texto poético, embora curto, e sempre pleno desse seu lirismo nostálgico, dessa suavidade de sentimentos que tanto embevece teus leitores.

Muito sugestiva (como sempre) a ilustração que escolheste, ela se harmoniza totalmente à beleza de teus versos, de tuas linhas, tuas palavras. Minha admiração, amiga, meus parabéns!

Obrigado pelos votos, Solange, aproveito aqui para retribuí-os e desejar-te uma bela semana estival. E que o teu dia-a-dia não impeça a tua inspiração de brilhar como sempre tem feito.

Um grande abraço, felicidades.

André

Anita de Castro disse...

Ange no silencio da noite de passos leves e olhar sereno

Deixo o perfume dos lírios e flores selvagens

Beijinho


Anita

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes é no silêncio acolhedor que nos encontra-mos...e é bom ficar assim flutuando entre o tempo e o espaço.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Malu disse...

As mais belas e profundas respostas estão no silêncio absoluto, pode ter certeza!
è no silêncio que nos contactamos com nossa sabedoria e alcançamos um caminho melhor... Abraços

otilia cristina disse...

PRECISAMOS DE , NOS REFUGIAR AS VEZES NO NOSSO SILENCIO PARA PODER ACHAR A VÓZ DO NOSSO SENTIMENTO E O QUE ELE QUER NOS DIZER.
AS LEMBRANÇAS SÃO POR VEZES DOLOROSAS MAS, SÃO O UNICO CAMINHO PARA CERTAS RESPOSTAS E PARA CERTOS RECOMEÇOS
FICA EM SILêNCIO , ISSO VAI SER BOM PARA VOCE E QUANDO ESTAMOS ASSIM PRECISAMOS DEDICAR A NÓS .SOMENTE A NÓS, NOSSA COMPANHIA MESMO QUE ELA SEJA ASSIM CALADA .

BEIJOS E SAUDADES ANGE


LINDA MUSICA VOLTEI AO TEMPO COM ELA E FIQUEI EM SILENCIO TAMBEM



OTILIA

Leninha disse...

Amiga Ange,

Tenho sentido tua falta, de tua palavra sempre amiga e carinhosa,de tuas postagens nos remetendo à magia e ao sonho.

Bjsssss,minha querida,
Leninha

Leninha disse...

Vim deixar-te um beijo e um aroma de madressilvas em flor.

Com saudades,
Leninha

manuela barroso disse...

Querida Ange,
Quanta saudade!
E é assim como que uma espécie de nostalgia onde o silêncio nos fala e nos traz mais lembranças.
Que tudo esteja dentro dos teus planos. Espera-se até que voltes e nos deleites com as tuas lindíssimas imagens verdes e coloridas
Grande abraço

Sonia Pallone disse...

Bom de sentir, bom de ler, bom de curtir, pq nem sempre a saudade machuca... Um beijo minha linda.

Toninhobira disse...

Para lhe deixar um carinhoso abraço com minha admiração.
Desejo que esteja bem de saude e com paz.
Bjo no seu coração.

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga respeitando o seu silêncio, venho devagarinho para desejar um bom domingo e deixar um beijinho
Maria

Leninha disse...

Saudades de ti,meiga e querida amiga.Um lindo domingo e uma semana muito feliz.

Bjsssss,
Leninha

Arnoldo Pimentel disse...

No silêncio podemos nos encontrar, apesar dos ventos que dobram a montanha em direção ao vale.Beijos.

Pérola disse...

Um refúgio muito agradável...

http://claudiaymarques.wordpress.com/ disse...

Ange minha doce amiga...Não esqueci de ti..apenas eu estava um pouco afastada..Não estava muito bem..agora to me recuperando...mas estou cansada..precisando de mais calma..mas fé..mas alegria..porém sigo sempre na esperança de dias melhores...te adoro..saudades...
lindo pensar seus escritos
titi

Antônio Lídio Gomes disse...

Ange, deixe-me dizer uma coisa...
Não sei o porquê, mas quando venho a este recanto, parece-me que sou elevado a um mundo distante, dos rincões mais distantes, onde não sei se é o reino de Xanadú, ou se é um sentimento dos mais puros que me assoma...
Tudo aqui é mágico e me passa uma nostalgia, um romantismo adormecido, como de um conto de fadas...
Não sei Ange, te explicar mais...
Outras curiosidades, você é portuguesa? Sei apenas que quando me lê, vejo a bandeira da Holanda...
E esta música ao fundo, pode me dizer qual é? Linda, linda!
Deus te conserve sempre assim amiga querida, Deus te conserve com esta matiz do amor, mesmo que em tom melancólico. Minha alma extasia.
Um forte abraço, e um bom domingo.

Ange disse...

Prezado António, bom dia!
Como não sentir-me lisonjeada com o contexto das suas palavras?
Sinto-me acariciada na alma sempre que leio um comentário seu. Mesmo porque seus comentários são uma interação aos sentimentos que tento expor (ou justamente ocultar) nos textos escritos.
Ler ou comentar pode fazer qualquer um, agora é um pouco mais difícil capturar ( o que na maioria das vezes não é muito claro ou bem escrito) o sentimento gravado no texto, seja este sentimento de alegria, sensualidade, solidão ou nostalgia...

Vou lhe escrever um e-mail (mais detalhado) no seu endereço de contacto.
Ange

Arnoldo Pimentel disse...

Boa tarde, se tiver um tempinho visite o blog do grupo de poetas que participo em Belford Roxo RJ, o Gambiarra Profana, e veja um trecho de nossa performance no Teatro Sesc Nova Iguaçu RJ, leia também o texto e se puder dê sua opinião no comentário, sua visita é muito importante pra nós. Desde já agradeço o carinho.
Link abaixo:

http://gambiarraprofana.blogspot.com.br/2012/07/malditas-belezas.html

Arnoldo Pimentel

http://claudiaymarques.wordpress.com/ disse...

Ange minha doce amiga..te desculpo mil vezes voce simplismente adoro vocÊ....que lindo oque escreveu..incrivel que postei mais ou menos sobre isso ontem..sobre lembranças..saudades...amiga ando sentindo falta de muitas coisas que passaram e estou vivendo um momento de adaptaçao dificil..ando pouco triste ,mas to sobrevivendo..beijos..saudades..sua eterna amiga titi

Malu disse...

Apesar de não poder vir sempre por aqui digo que estas páginas são sempre floreadas por ternura e delicadeza...
Deixo um abraço

Antônio Lídio Gomes disse...

Ange, é uma pena, porém não encontrei o e-mail que me enviaste...
O e-mal que uso atualmente é o liriodalmas@gmail.com e o bensiondosanjos@gmail.com
A pergunta foi sobre esta música de fundo... Linda. E a outra pergunta é se sois portuguesa. Um abraço. Beijos.

Pedro Menuchelli disse...

Ange,

Sinto sua falta, de verdade.

Volte logo!!! Espero que esteja tudo bem.

Um grande beijo,

Pedro Menuchelli

Toninhobira disse...

A gente dá um tempo para os amigos,mas quando o tempo se alonga,fica a preocupação.
Tudo bem minha querida amiga?
Desejo-lhe uma boa semana de paz e luz.
Meu terno abraço amiga.
Bjo.

Leninha disse...

Minha querida Ange,

Compartilho a preocupação do amigo Toninho,amiga.Como você está?

Com saudades de tuas palavras e de tuas imagens tão lindas.

Muitos bjssssssss,
Leninha

Antônio Lídio Gomes disse...

Solange...

Requiem por um Amor Perdido

Meu amor, ainda estou aqui, sentado ao lado de tua sepultura,
Estou sozinho ainda aqui, ermo, sofrido, choroso, dilacerado...
Ainda estou aqui meu anjo abençoado, com a dor e amargura,
Absorvendo n’alma cada recordação, do amor que é passado...

Ainda a pouco, tão pouco tempo, que esta tu’alma (tão vivaz),
Como verdadeira amante, tão junto e dentro do meu coração...
Dançando para mim, rosa tão menina, uma flor que agora jaz,
E como uma brisa em meu corpo, como a chuva de um verão...

Ainda sinto meu amor, tuas mãos delicadas, suaves a me tocar,
Com as fragrâncias de narciso, do perfume que tu tanto gostava...
Ao tocar em meus lábios, sentia todo desejo, de elas lhes beijar,
Ainda sinto o aroma, como das vezes que dele, e de ti eu ansiava...

São os encantamentos tardios, com as lágrimas e com este sono...
São todas as lembranças do que um dia foi, e agora jamais será...
São como fotografias na mente, dos sorrisos, agora deste outono...
Com os olhos marejados, e minh’alma pesarosa, que contigo partirá...

Recebeu meu e-mail?
Um abraço deste amigo e leitor.

As palavras que aqui rabisco, tornam-se através do tempo algo mais que apenas palavras rabiscadas.
As palavras tornam-se lembranças...eternas lembranças.